Bolsonaro e Michelle requerem indenização de R$ 20 mil de Lula e Janja por acusações sobre móveis desaparecidos

Processo movido após a descoberta de peças do Palácio da Alvorada gera controvérsia política e jurídica

Bolsonaro e Michelle solicitam indenização de R$20 mil de Lula e Janja, após a descoberta dos móveis supostamente desaparecidos do Palácio da Alvorada. O processo foi movido na Justiça, com Bolsonaro e sua esposa contestando as alegações de Lula sobre o desaparecimento de 261 peças do acervo.

Contrariamente ao que foi insinuado, os bens estavam armazenados na residência oficial. O governo Lula, por meio do ministro da Secretaria de Comunicação, Paulo Pimenta, negou qualquer controle sobre a administração anterior, destacando que os itens não foram encontrados devido à falta de registro.

Lula, em declaração à mídia, afirmou que “levaram tudo”, sugerindo uma possível responsabilidade do casal Bolsonaro. Em resposta, Bolsonaro acusou Lula de fazer uma falsa comunicação de furto. Michelle também se pronunciou, chamando as acusações contra o casal Lula de uma “cortina de fumaça” para gastar dinheiro público.

O governo, diante do alegado desaparecimento dos móveis, desembolsou R$200 mil em mobiliário de luxo, sem processo licitatório, após a posse da nova administração. Essa informação veio à tona em setembro de 2023, quando os itens foram encontrados armazenados em um depósito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

notícias relacionadas

categorias

REDES SOCIAS

fale conosco