Com mais de 2,6 Mi de infectados pela dengue, Governo Lula faz corte histórico nas verbas para o combate

A redução do financiamento para a campanha de combate a dengue foi reduzida em 61%, menor valor desde o início do programa

O governo Lula reduziu em 61% o financiamento para a campanha de combate à dengue, atingindo o menor valor desde o início da série histórica. O montante de R$12,2 milhões, corrigido, representa uma queda significativa em relação aos anos anteriores.

Sob a gestão de Nísia Trindade, o Ministério da Saúde cortou cerca de R$20 milhões, passando de R$31,6 milhões em 2022 para os mencionados R$12,2 milhões em 2023. Essa redução orçamentária pode ter contribuído para o aumento dos casos da doença, que já ultrapassam 2,6 milhões, com mais de 1.000 mortes registradas apenas neste ano.

Os dados do governo federal, divulgados pelo Poder360, revelam a preocupante situação, evidenciando a necessidade de investimentos na conscientização da população para conter a propagação da dengue.

O Ministério da Saúde alertou que oito estados brasileiros estão com tendência de alta no número de casos da doença: Alagoas, Bahia, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe. Em outros 12 estados, os números estão estáveis, de acordo com o levantamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

notícias relacionadas

categorias

REDES SOCIAS

fale conosco