Manifestantes enforcam boneco de Alexandre Moraes

Entre risos e perplexidade, o vídeo do boneco enforcado em Guarapuava rouba a cena, rivalizando com os "planos mirabolantes" revelados por Alexandre de Moraes

Um vídeo que está circulando amplamente nas redes sociais mostra um boneco, simbolizando o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes, sendo enforcado na traseira de um caminhão em Guarapuava, localizada aproximadamente a 254,5 km de distância de Curitiba, no Paraná. O autor do post nas redes sociais mencionou tanto a PF (Polícia Federal) quanto o próprio magistrado.

No vídeo, compartilhado na antiga plataforma Twitter, o boneco é visível ao lado de uma placa que exibe a inscrição: “Aqui jaz a Justiça”. A imagem gerou grande repercussão, especialmente porque, no dia 4 de janeiro, o ministro Alexandre de Moraes declarou que as investigações sobre os atos golpistas ocorridos em 8 de janeiro indicavam que alguns seguidores do presidente Bolsonaro planejavam enforcá-lo na Praça dos Três Poderes, em Brasília.

De acordo com o ministro, havia três planos delineados pelos conspiradores. O primeiro previa que as Forças Especiais do Exército o prenderiam em um domingo, levando-o para Goiânia. No segundo plano, o corpo seria descartado a meio caminho para Goiânia, transformando o evento em um homicídio, não apenas uma prisão. O terceiro e mais extremo plano, proposto por indivíduos mais exaltados, sugeria que, após o golpe, ele deveria ser preso e enforcado na Praça dos Três Poderes. O relato foi feito em uma entrevista ao jornal O Globo, porém, nenhuma prova foi mostrada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

notícias relacionadas

categorias

REDES SOCIAS

fale conosco