Mulher tenta sacar empréstimo de R$ 17 mil acompanhada de cadáver em cadeira de rodas

Ela ainda fingiu falar com ele ao pedir para assinar os papéis e segurar forte a caneta com seu apoio

Em um caso bizarro que ocorreu em Bangu, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, uma mulher foi detida após tentar realizar o saque de um empréstimo de R$ 17 mil em uma agência bancária, usando um cadáver como cúmplice. O corpo, que estava em uma cadeira de rodas, foi notado pelos funcionários do banco que suspeitaram da condição do homem e chamaram as autoridades.

A polícia e a equipe do SAMU foram acionadas e confirmaram que o homem já estava morto há algumas horas antes de ser levado ao banco. A mulher, que estava tentando realizar a transação, foi imediatamente detida para investigação. As autoridades estão tentando desvendar não apenas a motivação da mulher, mas também como ela conseguiu transportar o corpo sem ser notada até o momento do flagrante.

O caso segue em investigação, e espera-se que mais detalhes sobre o relacionamento entre a mulher e o falecido, bem como sobre suas intenções, sejam esclarecidos à medida que o inquérito policial avança. A comunidade local e os funcionários do banco estão abalados com o ocorrido, reforçando a necessidade de vigilância e procedimentos rigorosos de verificação em instituições financeiras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

notícias relacionadas

categorias

REDES SOCIAS

fale conosco