Nazismo moderno? Tesoureira do PT diz que Israel não merece ser um Estado

A petista faz parte do governo e ganha R$ 37 mil por mês pagos com dinheiro público


Em falas claramente antissemitas, Gleide Andrade, secretária Nacional de Planejamento e Finanças (tesoureira) do PT, chamou Israel de “país assassino” e “vergonha para a humanidade”. A petista ainda afirmou que o país não merecia ser um Estado.

Na sua rede social, Gleide Andrade fez uma postagem controversa que lhe rendeu centenas de críticas sobre o país do Oriente Médio.

“Intolerância, covardia e execução do povo palestino. O Estado de Israel é uma vergonha para a humanidade, quem mata crianças não merece respeito, não merece ser um Estado”, escreveu Gleide no post.

Em outra mensagem, a tesoureira comentou a participação do Brasil na Cúpula da Paz no Oriente Médio com a frase: “Basta deste genocídio. É um crime tantas crianças palestinas mortas e órfãs. Basta do Estado de Israel, assassino!”.

Em junho deste ano, Lula escolheu a tesoureira para integrar o conselho de Itaipu. A petista recebe um salário de R$ 37 mil no governo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

notícias relacionadas

categorias

REDES SOCIAS

fale conosco