Vídeo em que Lula solicita votos para Boulos é removido do canal do presidente no YouTube

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) havia ordenado à plataforma que o retirasse em até 48 horas por infração eleitoral

Durante a transmissão do evento do 1º de Maio, o vídeo foi eliminado do canal do YouTube de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nesta quinta-feira (2).

Na quarta-feira (1), Lula fez o pedido de votos para Guilherme Boulos (PSOL), pré-candidato à Prefeitura de São Paulo. Contudo, segundo o calendário eleitoral de 2024, a propaganda eleitoral só pode iniciar em 16 de agosto, após o término do prazo para registro de candidaturas.

Especialistas e ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), entrevistados pela CNN, consideraram a declaração do presidente como infração eleitoral.

No dia anterior, a mesma transmissão foi retirada do CanalGov, responsável por transmitir eventos oficiais da Presidência da República e administrado pela Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), do governo federal.

A declaração de Lula provocou reações dos pré-candidatos à Prefeitura de São Paulo. O MDB, liderado pelo prefeito Ricardo Nunes, e o Novo, representado pela economista Maria Helena, entraram com ações na Justiça Eleitoral pedindo a remoção. Além disso, o deputado federal Kim Kataguiri (União) apresentou uma denúncia ao Ministério Público.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

notícias relacionadas

categorias

REDES SOCIAS

fale conosco