Autista de 18 anos que hackeou GTA é condenado à internação hospitalar perpétua

Devido a seu elevado grau de autismo, ele não pode ser julgado apropriadamente e deve ficar em reclusão hospitalar

Arion Kurtaj, o hacker por trás dos vazamentos do aguardado jogo GTA VI da Rockstar, recebeu a sentença de internação hospitalar perpétua nesta quinta-feira (21/12) pela juíza Patricia Lees do Tribunal de Guildford.

Em agosto, Kurtaj foi condenado por crimes como uso indevido de computador, chantagem e fraude contra empresas como Uber, Nvidia e, mais recentemente, Rockstar Games, como parte do grupo hacker Lapsus$.

Os ataques, estimados em cerca de US$ 10 milhões em prejuízo para as empresas, levaram a juíza a declarar Kurtaj como um “alto risco de danos graves ao público” devido à sua habilidade em acessar computadores irrestritamente. Seu grau elevado de autismo o considerou incapaz de ser julgado, resultando em sua internação sem tempo determinado.

A avaliação de saúde mental revelou sua intenção persistente de retornar ao cibercrime, com comportamentos violentos e danos materiais observados enquanto sob custódia.

Kurtaj, conhecido pelo ataque à Nvidia no ano anterior, continuou suas explorações mesmo detido, invadindo os sistemas da Rockstar em setembro de 2022 usando apenas um celular, televisão, e o aparelho Amazon Firestick em um quarto de hotel.

O vazamento de aproximadamente 90 vídeos do jogo resultou em um prejuízo declarado de US$ 5 milhões pela Rockstar durante o julgamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

notícias relacionadas

categorias

REDES SOCIAS

fale conosco