Bolsonaro devolve doação de 14 mil a apoiador que doou quantia errada via pix

No centro de uma história inusitada, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) se viu envolvido em uma situação peculiar recentemente. Um apoiador, que desejava contribuir com R$ 140 em uma vaquinha online em prol do político, acabou transferindo por engano uma quantia cem vezes maior, totalizando R$ 14 mil, via Pix. A situação desesperadora que se seguiu fez com que Bolsonaro tomasse uma atitude nobre.

Segundo informações divulgadas por Lauro Jardim, de O Globo, o doador, supostamente um funcionário de uma fábrica de carros em Taubaté, São Paulo, cometeu um erro ao digitar o valor da doação e, sem perceber, transferiu uma quantia substancialmente maior do que pretendia.

O resultado foi a sua conta bancária ficar completamente zerada, o que o levou a entrar em desespero.

Diante dessa situação inusitada, o doador conseguiu entrar em contato com Valdemar Costa Neto, presidente do Partido Liberal, que intermediou uma chamada de vídeo entre ele e o ex-presidente Bolsonaro. Durante a conversa, ficou claro que o erro havia sido genuíno, e o homem não tinha a intenção de fazer uma doação tão expressiva.

Em um gesto que surpreendeu muitos, Jair Bolsonaro decidiu devolver integralmente os R$ 14 mil ao apoiador, demonstrando compreensão e empatia diante da situação inesperada.

Essa atitude, intermediada pela intervenção de Valdemar Costa Neto, demonstra a importância das redes de apoio e o lado humano por trás dos eventos políticos.

Esse incidente serve como um exemplo de como as doações políticas podem ser impactadas por enganos e erros de digitação, ressaltando a necessidade de atenção ao realizar transações online, mesmo quando se trata de contribuições para causas políticas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

notícias relacionadas

categorias

REDES SOCIAS

fale conosco