Corrupção: vereadora do PT é investigada por realizar “rachadinha” em seu gabinete

A prática consiste em desviar parte do salário dos funcionários para benefício próprio

A vereadora por Cuiabá, Edna Sampaio (PT), está sendo investigada pela Polícia Judiciária Civil (PJC), por meio da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor). De acordo com a denúncia, Edna Sampaio estaria praticando “rachadinha” em seu gabinete.

O termo “rachadinha” refere-se à prática de corrupção em que o parlamentar retira parte do salário dos funcionários de seu gabinete.

Além da parlamentar, seu esposo, Willian César Sampaio, também será investigado por essa prática criminosa.

O inquérito foi instaurado em junho e já ouviu os depoimentos de Edna Sampaio e de sua ex-chefe de gabinete, Laura Abreu.

Segundo informações obtidas pelo Farol, a petista terá que comparecer à Deccor no próximo dia 11 para apresentar os extratos bancários da conta corrente e do cartão de crédito do mandato, onde as verbas indenizatórias eram recebidas.

Outras polêmicas

Além da investigação, há também uma Comissão Processante na Câmara Municipal de Cuiabá, que pode resultar na cassação da vereadora.

Edna Sampaio ainda é alvo de um inquérito civil que está em andamento no Ministério Público de Mato Grosso (MP-MT).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

notícias relacionadas

categorias

REDES SOCIAS

fale conosco