Criminoso que atacou juíza é condenado algemado, amarrado e de focinheira

A nova audiência foi apenas para que a juíza terminasse de proferir a sentença prévia, para o julgamento do ataque, outro juiz será necessário

O homem que protagonizou o ataque à juíza na semana passada nos Estados Unidos voltou ao tribunal nesta segunda-feira. Deobra Redden, algemado e usando uma máscara semelhante à do personagem Hannibal Lecter por razões de segurança, enfrentou a juíza Mary Kay Holthus para ouvir sua sentença.

Na sua nova aparição, Redden estava não apenas algemado, mas também com as mãos cobertas por luvas compridas, uma máscara rígida para prevenir mordidas e um capuz que mal deixava visíveis seus olhos. A presença de vários oficiais ao seu redor destacava as preocupações com a segurança.

A juíza Holthus, apesar do ataque da semana anterior, manteve sua postura firme, afirmando que a sentença original de 19 a 48 meses de prisão permanecia inalterada. Ela mencionou ter deixado a página do calendário daquele dia como evidência para o tribunal, reforçando que a decisão já estava planejada antes do incidente.

Além da pena inicial, Redden agora enfrenta acusações adicionais relacionadas ao ataque, incluindo coação, extorsão, intimidação de um funcionário público com ameaça de força, desconsideração pela segurança de uma pessoa resultando em lesões corporais graves e sete acusações de agressão a uma pessoa protegida.

Apesar de programado para comparecer na quinta-feira passada para responder a essas novas acusações, Redden se recusou a deixar sua cela. Uma ordem judicial na sexta-feira indicou que ele teria que ser levado à audiência na segunda-feira “de qualquer maneira”, conforme relatado pelo Las Vegas Review Journal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

notícias relacionadas

categorias

REDES SOCIAS

fale conosco