Família Ling anuncia doação de R$ 50 milhões para reconstruir pontes e estradas no RS

Iniciativa visa recuperar infraestrutura destruída por inundações no estado

A família Ling, cujas raízes no Rio Grande do Sul remontam ao início do século 20, anunciou a doação de R$ 50 milhões para obras emergenciais de infraestrutura no estado. A iniciativa, denominada Reconstrói RS, tem como objetivo ajudar comunidades a reconstruir pontes e estradas devastadas pelas recentes inundações. “Meu pai chegou ao Rio Grande do Sul sem conhecer ninguém, sem falar português e com poucos recursos. Ele só conseguiu construir seus negócios graças ao acolhimento da comunidade gaúcha,” afirmou William Ling, um dos filhos de Sheun Ming Ling, que faleceu em 2020.

O projeto Reconstrói RS será realizado em parceria com a Federasul e o Instituto Cultural Floresta, buscando assegurar que os recursos cheguem rapidamente e sem intermediários. “Vamos garantir celeridade para que as lideranças locais tenham os recursos diretamente, sem burocracia,” explicou Ling ao Brazil Journal. Uma das primeiras obras a ser considerada é a reconstrução da ponte entre Lajeado e Arroio do Meio, com um custo estimado de R$ 12 milhões, onde o projeto poderá complementar o valor já arrecadado pelo município de Lajeado.

Além de projetos de grande porte, a iniciativa pretende diversificar a ajuda com doações de até R$ 1 milhão por projeto, dependendo das necessidades específicas. Para validar as propostas, um comitê de engenheiros, urbanistas e empresários do setor de construção será formado para revisar e aprovar as doações rapidamente. “Queremos garantir agilidade, mesmo que isso signifique correr riscos com uma análise menos aprofundada,” afirmou Ling.

Sheun Ming Ling, que chegou ao Brasil em 1951 fugindo do regime comunista na China, estabeleceu seu primeiro negócio em Santa Rosa, RS, iniciando a construção de um império empresarial que hoje inclui a Fitesa, a Crown Embalagens e a America, uma das maiores fabricantes de embalagens plásticas da América do Sul. Além dos R$ 50 milhões doados pela família Ling, o Reconstrói RS já atraiu outros R$ 20 milhões de diversos empresários e instituições.

Ling destacou que, apesar das devastadoras enchentes que deixaram milhares de desabrigados, a reconstrução da infraestrutura é essencial para a recuperação econômica e social das comunidades afetadas. “Reconstruir a infraestrutura básica é o que permitirá ao comércio local retomar suas atividades e às pessoas voltarem a uma vida mais normal,” concluiu Ling, enfatizando a importância de uma resposta ágil e descentralizada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

notícias relacionadas

categorias

REDES SOCIAS

fale conosco