Guarda Municipal de Niterói proíbe mãe de vender empadinhas pra sustentar seus filhos

Agentes da Seop apreendem a bicicleta e as empadinhas da Thaís (de bermudas), na Rua Paulo Gustavo, em Icaraí

Na última quinta-feira (1), a Guarda Municipal de Niterói impediu uma mãe de vender empadinhas para sustentar seus filhos, confiscando sua bicicleta e mercadorias. Thais de Oliveira Vasconcelos, mãe de três crianças, foi alvo da ação da Secretaria de Ordem Pública (Seop) na Rua Paulo Gustavo, em Icaraí.

A falta de licença para a venda ambulante foi alegada como justificativa. A repercussão do incidente gerou críticas à administração municipal pela falta de atenção à desordem urbana. Thais, de 36 anos e formada em administração, começou a vender empadinhas após perder o emprego há cinco anos.

Seu trajeto diário pelas ruas de Niterói atrai clientes em shoppings, lojas e salões de beleza. As empadinhas, com mais de 30 sabores, são muito populares na região. A bicicleta, crucial para seu negócio, foi confiscada e levada ao depósito da Guarda Municipal. Enquanto isso, os problemas de desordem urbana, como moradores de rua e uso de drogas nas ruas, continuam a crescer sem uma ação efetiva por parte das autoridades municipais.

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

notícias relacionadas

categorias

REDES SOCIAS

fale conosco