Indicação de Nikolas Ferreira para Comissão de Educação gera críticas dos partidos de esquerda

Discordâncias entre governistas e PL ameaçam atrasar instalação de comissões e refletem tensões políticas na Câmara

Nikolas Ferreira, do PL, foi indicado para presidir a Comissão de Educação da Câmara em 2024, o que desencadeou discordância entre os governistas, potencialmente atrasando a instalação de todas as comissões.

A indicação enfrenta oposição devido à percepção de radicalismo por parte dos aliados do governo, que ameaçam retirar outras indicações para presidências caso Nikolas seja confirmado.

Enquanto isso, o PL, como a maior bancada, também irá liderar a Comissão de Constituição e Justiça com Caroline de Toni, além de presidir as comissões de Previdência Social e Família e de Segurança Pública, com outros membros indicados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

notícias relacionadas

categorias

REDES SOCIAS

fale conosco