Javier Milei proíbe governo de mentir a população sobre serviços “gratuitos”

Por meio de uma nova lei, instituições não podem mais usar a palavra "gratuito" para se referir a serviços pagos pela população.

Em mais uma ação inédita no mundo, o presidente da Argentina, Javier Milei acaba de promover a “Lei de Bases e Pontos de Parrida para a Liberdade dos Argentinos”. Lá, no inciso VII do artigo 209, está estritamente proibido mentir à população com o uso da palavra GRATUITO.

A partir de agora, as instituições governamentais não poderão mais usar a palavra “gratuito” para promover qualquer serviço ou função estatal nas províncias municipais ou a nível nacional.

Milei considera que o uso da palavra “grátis” é mentira e acredita que não se deve enganar os cidadãos, uma vez que os serviços são sempre pagos por outra pessoa com o dinheiro arrecadado com impostos de terceiros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

notícias relacionadas

categorias

REDES SOCIAS

fale conosco