Mesmo depois de morto, Olavo de Carvalho continua sendo processado por Caetano Valoso

Caetano conseguiu na justiça o direito de penhorar os lucros dos livros do professor e filósofo considerado o pai da direita no Brasil

O cantor de esquerda Caetano Veloso obteve na justiça o direito de penhorar o valor das vendas dos livros de Olavo de Carvalho (1947 – 2022). O cantor foi acusado de pedofilia pelo filósofo em 2017.

Segundo os relatos, Caetano Veloso, com mais de 40 anos na época, se envolveu romanticamente com uma menina de 13 anos, que hoje é sua esposa.

De acordo com o próprio relato dela, ela teria consentido em perder a virgindade durante esse período. No entanto, hoje o código penal consideraria esse ato como pedofilia, uma vez que é proibida qualquer atividade sexual com menores de 14 anos, independentemente do consentimento dos pais ou da vontade do menor.

Naquela época, Caetano já havia entrado com uma ação judicial contra Olavo, mas anos depois o filósofo faleceu sem indenizá-lo.

Apesar da morte de Olavo, Caetano decidiu prosseguir com o processo e agora obteve sucesso em bloquear os bens do professor, que já está além da vida terrena.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

notícias relacionadas

categorias

REDES SOCIAS

fale conosco