Moraes se irrita porque a PF não indiciou autor de injúria contra seu filho

Ministro do STF reage à conclusão que exclui o indiciamento de empresário após confusão no aeroporto internacional de Roma

Alexandre de Moraes se incomoda com o relatório da Polícia Federal sobre o incidente em Roma. O documento aponta que um empresário insultou o filho do ministro no aeroporto, mas não recomenda o indiciamento do investigado.

Moraes, irritado nos bastidores, critica tanto o suposto vazamento quanto o conteúdo do relatório. Apesar de confirmar a ocorrência da injúria, a PF justifica a falta de indiciamento com base na natureza do crime e no fato de ter ocorrido fora do Brasil. A ausência de áudio nas imagens do aeroporto é apontada como uma dificuldade para esclarecer completamente os eventos.

O relatório encerra as investigações, deixando o caso para avaliação do Ministério Público Federal. Aliados de Moraes acreditam que o documento da PF reduzirá as chances de denúncia contra os envolvidos pelo MPF. O inquérito está em andamento no STF, sob a relatoria do ministro Dias Toffoli.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

notícias relacionadas

categorias

REDES SOCIAS

fale conosco