Perícia confirma que jovens em BMW morreram asfixiados por monóxido de carbono

O carro havia passado por modificação que facilitou o destino triste dos quatro jovens

A perícia das forças de segurança de Santa Catarina concluiu que os quatro jovens encontrados mortos dentro de uma BMW na rodoviária de Balneário Camboriú foram vítimas de asfixia por monóxido de carbono. A investigação revelou que o vazamento do gás ocorreu devido a modificações irregulares no sistema de escapamento do veículo de luxo. A suspeita inicial, levantada no dia 1° de janeiro, foi confirmada em uma coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira (12) pela Secretaria de Segurança Pública.

A conclusão da Polícia Científica baseou-se em 18 exames periciais realizados nos corpos das vítimas e no veículo, além de depoimentos de testemunhas, familiares e proprietários de oficinas mecânicas envolvidas nas customizações. O responsável por uma dessas oficinas, localizada em Minas Gerais, e três mecânicos serão interrogados na próxima semana e podem ser responsabilizados pelo indiciamento por homicídio culposo, pois foram identificados como os responsáveis pelas falhas e irregularidades encontradas, conforme afirmou o delegado Vicente Soares.

As perícias destacaram a substituição inadequada do catalisador, componente essencial para a redução de poluentes, por um equipamento manufaturado, instalado de forma incorreta e com falhas na solda. O equipamento, conhecido como ‘downpipe’, rompeu-se, permitindo o vazamento de monóxido de carbono para o interior do veículo por meio do sistema de ar-condicionado, resultando na intoxicação fatal das vítimas.

Os exames realizados nos corpos dos jovens revelaram concentrações de monóxido de carbono consideradas altamente letais, atingindo índices próximos ou superiores a 50. Gustavo Pereira Silveira Elias (24 anos), Karla Aparecida dos Santos (19 anos), Tiago de Lima Ribeiro (21 anos) e Nicolas Kovaleski (16 anos) foram encontrados desacordados dentro do carro e, apesar dos esforços de socorro, as mortes foram confirmadas no local.

O incidente ocorreu em 1º de janeiro em Balneário Camboriú, no litoral norte de Santa Catarina. O SAMU e o Corpo de Bombeiros prestaram atendimento, mas as vítimas, três homens e uma mulher, não resistiram. Uma mulher que também estava no veículo sobreviveu. O chamado de socorro aconteceu por volta das 7h30 da manhã, envolvendo equipes do SAMU, Corpo de Bombeiros e outras unidades de socorro. Após os procedimentos de atendimento, as autoridades foram acionadas para as devidas investigações, incluindo a Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Científica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

notícias relacionadas

categorias

REDES SOCIAS

fale conosco