Recorde Histórico: Pagamento de Emendas Parlamentares Atinge R$ 9,9 Bilhões em 2 dias

Governo Lula antecipa desembolsos em estratégia para garantir apoio no congresso e impulsionar projetos

Nesta semana, o governo Lula atingiu um marco histórico ao desembolsar um recorde de R$ 9,9 bilhões em emendas parlamentares durante apenas 48 horas, conforme registrado no sistema Siga Brasil.

Isso eleva o total de emendas pagas em 2023 para R$ 39 bilhões, incluindo valores pendentes de legislaturas anteriores. A estratégia, destacada pelo Poder360, visa utilizar a chamada “fisiologia” para obter apoio no Congresso e impulsionar projetos prioritários, como a MP 1.185 sobre subvenção do ICMS e a regulamentação das apostas esportivas online.

Lula antecipou os pagamentos visando consolidar o respaldo parlamentar. Projetos como a reforma tributária também estão em foco, com o valor recorde de R$ 39 bilhões registrado no sistema Siga Brasil, que monitora emendas desde 2018.

A expressão “fisiologia” refere-se à prática de oferecer cargos e verbas a parlamentares em troca de apoio no Congresso, uma dinâmica recorrente na política brasileira.

Vale ressaltar que o processo de apresentação de emendas ao Orçamento é legal, sendo questionado muitas vezes devido aos critérios de liberação desses recursos pelo Executivo, que ocorrem em momentos estratégicos para obter respaldo legislativo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

notícias relacionadas

categorias

REDES SOCIAS

fale conosco